João Paulo Girbal demite-se do cargo de presidente do Conselho de Administração da ADENE

João Paulo Girbal demite-se do cargo de presidente do Conselho de Administração da ADENE

Categoria Ambiente, Energia

O presidente do Conselho de Administração da Adene – Agência para a Energia, João Paulo Girbal, segundo a agência Lusa, deixa a entidade “por motivos pessoais”.

Questionado, João Paulo Girbal informou que abandona as funções de gestão na agência, com efeito a partir do final do mês de junho, adiantando que “a decisão tem como base razões pessoais e é tomada após a entrega e aprovação do plano estratégico para a Agência”.

O antigo diretor-geral da Microsoft assumiu a liderança da ADENE, a convite do Governo, em janeiro de 2017, com a missão de implementar a solução técnica para assumir como Operador Logístico de Mudança de Comercializador (OLMC), isto é, a entidade que gere todos os processos de mudança de fornecedor de eletricidade e gás natural em Portugal, responsabilidade da EDP Distribuição e da REN.

Na nota enviada à Lusa, João Paulo Girbal manifestou “total confiança no trabalho do atual Conselho de Administração da Agência da Energia para que continue a construir sobre os excelentes resultados alcançados ao longo deste ano e meio”.

Em novembro, a Adene lançou o portal Poupa Energia, um simulador de preços que permite aos consumidores aceder a cerca de 200 tarifários de eletricidade e de gás natural disponíveis no mercado liberalizado e fazer a pré-adesão, isto é, preencher o formulário de adesão a um novo fornecedor (que depois enviará o contrato para a morada indicada para a formalização do mesmo).

Já em fevereiro deste ano, a Adene anunciou o Observatório da Energia, plataforma ‘online’ de informação sobre o setor da Energia, um agregador de informação sobre o setor, e o lançamento de concurso público para o primeiro estudo sobre a aplicação da tarifa social em Portugal.

Na apresentação do Observatório da Energia, o secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches, realçou “a necessidade do máximo de informação para os consumidores poderem tomar as melhores decisões”, referindo que, depois do simulador de preços “Poupa Energia” e do Observatório da Energia, a terceira missão da Adene é “criar um programa de combate à iliteracia energética”.

Licenciado em engenharia eletrotécnica e de telecomunicações pelo Instituto Superior Técnico, João Paulo Girbal tem 25 anos de carreira em várias multinacionais do setor das tecnologias de informação e comunicação, entre as quais a Microsoft, onde em Portugal foi diretor-geral, no período de 2001 a 2006.

Atualmente, o gestor é parceiro da aplicação móvel Skyuber.