Laboratório Colaborativo para a Gestão Integrada da Floresta e Fogo contrata investigadores

Laboratório Colaborativo para a Gestão Integrada da Floresta e Fogo contrata investigadores

Categoria Advisor, Investigação

O Laboratório Colaborativo (CoLAB) ForestWISE, constituído para desenvolver atividades de investigação, inovação e transferência de tecnologia com vista a aumentar a competitividade do setor florestal português e reduzir as consequências negativas dos incêndios rurais, inicia a sua atividade abrindo mais de duas dezenas de vagas para investigadores sénior e gestores de projetos.

Visando promover a investigação multidisciplinar e a transferência de conhecimento em áreas ligadas à gestão integrada da floresta e do fogo, aumentar a competitividade do sector florestal português e reduzir as consequências negativas dos incêndios rurais, através de esforços conjuntos da universidade, entidades públicas e indústria, o ForestWISE recebeu o selo de Laboratório Colaborativo (CoLAB) pela FCT em 2018 e tem agora mais de duas dezenas de vagas abertas para constituir a sua equipa técnica.  As candidaturas estão abertas até 31 de maio no website do ForestWISE (www.forestwise.pt), diretamente acessíveis em: www.forestwise.eu/work-with-us/.

O objetivo passa por contratar investigadores e gestores de projeto nas áreas científicas do âmbito de atuação do ForestWISE (Engenharia Florestal, Gestão Industrial, Políticas Públicas, e congéneres). No caso das vagas existentes para investigadores, o objetivo passa por contratar doutorados com experiência profissional em gestão de projetos relacionados com a floresta e o fogo. As vagas para gestores de projeto também requerem experiência profissional em gestão de projetos, mas em qualquer domínio de atividade.

A equipa técnica do ForestWISE, que tem a sua sede em Vila Real no campus da UTAD, será constituída nesta fase de arranque, por cerca de 25 elementos, número que se prevê gradualmente duplicar até ao final do quinto ano de atividade. A equipa vai fazer uso de infraestruturas disponíveis na sede do CoLAB e em delegações em outras regiões do país, bem como de infraestruturas e equipamentos existentes nos seus associados.

“O ForestWISE resulta de um esforço sem precedentes para reunir peritos em diversas áreas de investigação numa abordagem conjunta, interdisciplinar e holística, que combina o conhecimento científico em gestão florestal com o da prevenção e combate a incêndios, incluindo interações ecológicas, económicas e sociais, assim como esforços para a qualificação técnica de um conjunto alargado de partes interessadas”, explica José Manuel Mendonça, presidente do Conselho de Administração (CA) do ForestWISE, que também preside o CA do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) e é docente na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP).

Com 15 associados, o ForestWISE – Associação para o Laboratório Colaborativo para a Gestão Integrada da Floresta e do Fogo – foi formalmente constituído no final de 2018, como uma associação sem fins lucrativos de direito privado, dotada de personalidade jurídica, com o objetivo de desenvolver atividades de I&D&I e de transferir conhecimento e tecnologia, tendo, para tal, sido desenvolvida, com a mais ampla participação, uma Agenda Estratégica de Investigação e Inovação.

Atualmente os associados do ForestWise dividem-se entre: business — Altri Florestal, Amorim Florestal, EDP Distribuição, DS Smith Paper Viana, REN, Sonae Arauco e The Navigator Company –, membros da academia – INESC TEC, Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa, Universidades de Aveiro, Évora, Trás-os-Montes e Alto Douro e Coimbra -, organismos públicos – AGIF e INIAV.