Maputo enfrenta restrições de energia há três dias

Maputo enfrenta restrições de energia há três dias

Categoria Ambiente, Energia

Uma parte da zona baixa de Maputo está registar, desde a manhã de quarta-feira, restrições no fornecimento de energia devido à avaria de um transformador na subestação da Matola, arredores da capital moçambicana.

“Estamos a registar cortes frequentes por causa de uma avaria do nosso transformador. Num horizonte de cerca de 90 megawatts, fomos obrigados a restringir pelo menos 40 megawatts, e isto deixa às escuras muitas zonas da baixa”, disse hoje à agência Lusa o porta-voz da Eletricidade de Moçambique (EDM), Luís Amade.

Devido à avaria, o Hospital Central de Maputo está a registar avultados prejuízos, chegando a gastar 800 litros de combustíveis por dia para manter geradores em funcionamento, segundo o diretor administrativo da unidade, Fortunato Oliveira, citado pela Rádio Moçambique.

O porta-voz da EDM disse à Lusa que a empresa já enviou uma equipa para o terreno para resolver o problema. “Como ainda estamos na fase de apurar a dimensão da avaria, não podemos estimar os custos” afirmou, admitindo, no entanto, que os transtornos foram vários durante estes três dias e a empresa está empenhada em resolver o problema o mais rápido possível.