Ministro do Ambiente defende gestão próxima em áreas protegidas

Ministro do Ambiente defende gestão próxima em áreas protegidas

Foi apresentada recentemente, no dia 23 de junho, no Centro Ciência Viva do Alviela, em Alcanena, a Estratégia Nacional de Conservação da Natureza e da Biodiversidade, com a presença do ministro do Ambiente, José Pedro Matos Fernandes, e da secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Célia Ramos.

A cerimónia de apresentação teve início às 10h30, com a intervenção da presidente da Câmara Municipal de Alcanena, Fernanda Asseiceira, que destacou o flagelo dos incêndios florestais dos últimos dias, apresentando o seu voto de condolências a todos os afetados pela tragédia. Seguiu-se a apresentação da Estratégia Nacional de Conservação da Natureza e da Biodiversidade, por João Sarmento. Melhorar o estado de conservação do património natural, promover o conhecimento do valor do património natural e fomentar a apropriação dos valores naturais e da biodiversidade são os três eixos estratégicos do plano, que se encontra neste momento em consulta pública até 31 de julho de 2017.

Seguiu-se a intervenção do ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, que realçou a importância de uma gestão próxima nas áreas protegidas que não são de reserva integral, feita em parceria com atores locais e associações ambientalistas. O ministro afirmou que nestes territórios, que se distinguem pelos seus valores naturais, a “conservação” tem que se “conjugar” com o verbo “valorizar”, pois “não é razoável” que as áreas protegidas tenham perdido, na última década, 20% da população (o dobro da perda registada no interior do país).

Decorreu ainda o debate sobre a estratégia, com a participação de Ângela Morgado, coordenadora da Coligação C6, Paulo Magalhães, presidente da Comissão Instaladora da Casa Comum da Humanidade, Sofia Silveira, do Conselho Diretivo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, e Pedro Norton de Matos, mentor e organizador da Greenfest, com moderação do comunicador de ciência José Vítor Malheiros.

Citada em comunicado, Célia Ramos, secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, encerrou a cerimónia, enaltecendo a importância de todos os que trabalham em conservação da natureza. Na iniciativa estiveram ainda presentes representantes de Câmaras Municipais, de organismos governamentais, do ensino superior e de outras entidades de relevo a nível nacional. O evento foi uma iniciativa do Ministério do Ambiente, com o apoio da Câmara Municipal de Alcanena.