Mobilidade urbana aumenta 50% na primeira semana após Estado de Emergência

Mobilidade urbana aumenta 50% na primeira semana após Estado de Emergência

O fim do Estado de Emergência e o levantamento de algumas das restrições impostas, corresponde também ao início da retoma da atividade de táxis e TVDE’s. No balanço dos primeiros dias de regresso à normalidade, e embora ainda longe daqueles que eram os números habituais, a Free Now registou um “acréscimo de 200% nas viagens de táxi via app realizadas entre 4 e 7 de maio, comparativamente à semana anterior”. Já na Kapten, e tendo como referência o mesmo período temporal, o “aumento dos serviços de TVDE foi de 60%”.

Em comunicado, o responsável da Free Now e da Kapten em Portugal, Sérgio Pereira, indica que “embora ainda não possamos dizer que é o regresso à normalidade, porque efetivamente estamos ainda longe disso, sentimos uma ligeira melhoria na atividade tanto do serviço de táxi como de TVDE, e olhamos para estes números como um sinal de recuperação. Acreditamos que as medidas de proteção em que investimos, como a colocação das divisórias e a desinfeção das viaturas, contribuem para que os utilizadores optem por esta forma de mobilidade, até porque lhes transmite uma maior sensação de segurança”.

Segundo dados da Free Now e da Kapten, durante o período de Estado de Emergência decretado no âmbito da pandemia, o setor sofreu uma queda abrupta da sua atividade diária, com um decréscimo no número de viagens à volta dos 80%, o que afetou drasticamente os rendimentos dos motoristas.

“O setor passou por momentos muito difíceis, e ainda se encontra numa situação bastante complicada, contudo, estamos convencidos de que com o comprometimento de todos conseguiremos recuperar. Durante este período implementámos medidas de apoio financeiro aos nossos motoristas e procurámos estabelecer algumas parcerias que os ajudasse a manter, pelo menos, um índice mínimo da sua atividade. No entanto, estamos conscientes de que nos encontramos longe dos números desejados e que essa recuperação será lenta. Com o esforço que fizemos de colocação de divisórias e de desinfeção de veículos, procuramos oferecer aos parceiros ferramentas que acelerem esta recuperação, enquanto preservamos a segurança de todos”, explica o responsável.

Recorde-se, que com o objetivo de preparar a retoma à atividade e garantir viagens mais seguras neste novo contexto, a Free Now e a Kapten avançaram com o processo de desinfeção e colocação de divisórias nos seus táxis e veículos TVDE’s, uma ação que englobou 700 veículos a serem abrangidos pelo processo de higienização e mais de 1500 viaturas equipadas com as divisórias de proteção. No global, cerca 80% da frota ativa foi alvo destas medidas, num investimento por parte das duas apps de mobilidade que ultrapassa os 25 mil euros.