Observatório da Prevenção de Resíduos permitiu que 13.719 toneladas de bens materiais fossem reaproveitados

Observatório da Prevenção de Resíduos permitiu que 13.719 toneladas de bens materiais fossem reaproveitados

Categoria Ambiente, Resíduos

O Observatório na área da Redução e Reutilização de Resíduos, criado em 2017, integra-se na Estratégia de Prevenção de Resíduos e pretende traduzir em números o resultado do esforço de todos os parceiros, da Lipor e municípios associados no combate ao desperdício e no incentivo à reutilização, minimizando a produção de resíduos.

Abrangendo os três pilares da sustentabilidade – social, ambiental e económico – em 2020, o Observatório, segundo a Lipor, permitiu que 13.719 toneladas de bens materiais fossem reaproveitados, transformados ou valorizads localmente, correspondendo a 684,034 euros evitados com o tratamento destes resíduos e a 2.872 toneladas de emissões de CO2 evitadas, o equivalente a 19.802 viagens aéreas, ida e volta, entre Porto e Lisboa.

Em 2017, eram sete as entidades que se juntaram à Lipor.  Atualmente são quinze: Alexandra Arnóbio—Upcycling Projects; Associação Dariacordar—Zero Desperdício; Banco Alimentar do Porto; Centro Social de Ermesinde; Entrajuda; Fruta Feia – Delegação do Porto; Fruta Feia – Delegação de Matosinhos; Goodafter; Refood – Núcleo Maia Centro; Refood – Núcleo de Ermesinde; Refood – Núcleo Senhora da Hora; Refood – Núcleo Leça da Palmeira; Too Good To Go; Vintage for a Cause e LIPOR.