Portugal considera “adequada” e “segura” construção de armazém de resíduos nucleares em Almaraz

Portugal considera “adequada” e “segura” construção de armazém de resíduos nucleares em Almaraz

Portugal considera adequada e segura a construção de um armazém para resíduos na central nuclear de Almaraz, em Espanha, foi ontem anunciado, noticia a Lusa. O parecer consta do relatório do grupo de trabalho técnico relativo ao projeto e hoje divulgado em conferência de imprensa, na sede da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), em Lisboa.

O presidente da APA, Nuno Lacasta, que coordena o grupo de trabalho, assinalou que o armazém é uma “solução adequada” que “permite confirmar a sua segurança” ao nível dos padrões internacionais. Segundo Nuno Lacasta, “não se estimam impactos transfronteiriços significativos em situação normal de funcionamento do armazém nem em caso de acidentes severos”.

O grupo de trabalho recomenda, entre outras medidas, o acompanhamento de Portugal das fases subsequentes do projeto. Fazem parte do grupo de trabalho elementos da APA, da Direção-Geral da Saúde e peritos académicos e da Ordem de Engenheiros, entre outros.

Para a elaboração do relatório técnico, o grupo de trabalho apreciou informação em matéria ambiental e de segurança nuclear fornecida pelo Governo espanhol, além de contributos de movimentos e organizações ambientalistas.