Primeira edição da “Conversations for Tomorrow” tem a sustentabilidade como tema principal

Primeira edição da “Conversations for Tomorrow” tem a sustentabilidade como tema principal

O Capgemini Research Institute acaba de lançar a “Conversations for Tomorrow” – uma nova publicação trimestral que reúne líderes e especialistas em torno da análise e do debate dos principais imperativos estratégicos que estão a moldar o futuro das empresas e da sociedade.

A primeira edição elegeu a sustentabilidade como tema principal e intitula-se “Why sustainability means collective action, bolder leadership, and smarter technologies”, e oferece insights críticos sobre os programas estratégicos globais em curso para responder  aos grandes desafios sociais e económicos de um futuro mais sustentável.

A publicação, segundo uma nota enviada à imprensa, partilha perspetivas únicas de uma série de especialistas e profissionais de empresas, de ONGs, de responsáveis governamentais, de inovadores e de académicos, sobre temas que abrangem a inclusão dos objetivos de sustentabilidade, a identificação do quadro de governação mais correto, e compreender a importância dos prazos e da escala para as novas tecnologias.

A primeira edição conta com contributos de Frans Timmermans, vice presidente do European Green Deal da Comissão Europeia; de Beatriz Perez, chief communications, sustainability and strategic partnerships officer da Coca-Cola Company; de Laurence Pessez, global head de CSR no BNP Paribas; de Pia Heidenmark Cook, chief sustainability officer do Ingka Group; do Dr. Ajay Kela, president e CEO da Wadhwani Foundation; e de Sally Uren, chief executive of leading sustainability da ONG Forum for the Future; de Ann Mettler, vice president, Europe da Breakthrough Energy; de Bertrand Piccard, investigador especializado na sustentabilidade da Solar Impulse.

Para Aiman Ezzat, Chief Executive Officer do Grupo Capgemini, “a necessidade de abordar as questões ambientais e suas respetivas consequências sociais nunca foi tão importante como atualmente. Para terem impacto positivo no mundo, construírem vantagens competitivas e reforçarem a sua resiliência organizacional, as empresas e os seus líderes têm de se unir para encontrar soluções para os grandes desafios sistémicos com que estamos a ser confrontados. Mas isto só é possível quando há colaboração e quando se alimentam diálogos e debates importantes, partilhando ideias e inovações, de modo a podermos aproveitar as oportunidades de um futuro mais sustentável e inclusivo. É exatamente isto que esta revista, a primeira de uma série trimestral dirigida aos líderes empresariais, pretende fazer.”

Além das perspetivas dos líderes em todo o mundo, a publicação baseia-se também em temas que emergiram de um estudo multissetorial realizado em todo o mundo pelo Capgemini Research Institute sobre “Sustainability at Scale: A cross-sectoral view of why sustainability goals need a reset”. Este estudo, de acordo com o Grupo, sublinha a forte correlação que existe entre sustentabilidade e benefícios empresariais tangíveis: mais de seis em cada dez organizações registaram um aumento das receitas provenientes das suas operações sustentáveis. Além disso, “quase 80% dos gestores inquiridos referiram que o incremento da fidelização dos clientes é outro importante benefício alcançado pelas suas iniciativas de sustentabilidade”, refere a mesma nota.