Quadrante ganha projeto de infraestruturas do parque verde da futura Feira Popular de Lisboa

Quadrante ganha projeto de infraestruturas do parque verde da futura Feira Popular de Lisboa

A Quadrante, consultora portuguesa de engenharia e arquitetura, foi a empresa escolhida pela Câmara Municipal de Lisboa para realizar o projeto de infraestruturas do Parque da futura Feira Popular e que inclui o Parque Verde e o Jardim dos Professores, tendo o projeto de arquitetura paisagista sido desenvolvido pela Topiaris.

Os parques localizam-se nos atuais terrenos ocupados, localizados entre o interface multimodal da Pontinha, PMO do Metropolitano de Lisboa, bairro da Padre Cruz e o Regimento de Engenharia nº 1, e abrangem uma área de aproximadamente 20 hectares, área igual a 20 campos de futebol.

Carlos Fernandes Jorge, responsável pela área de Water Utilities do Grupo Quadrante, refere que “a feira popular foi desde sempre um espaço icónico na cidade de Lisboa e recordado por todos aqueles que tiveram a oportunidade de a visitar no passado. O novo Parque Verde projeta uma nova centralidade, com grande potencial de atração de público, que aqui encontrarão um novo espaço verde com usos diversificados. Foi ainda contemplada a questão da otimização dos recursos de forma a tornar este projeto ambientalmente sustentável”.

A Quadrante é a empresa responsável pela elaboração de estudos e projetos de execução das redes de abastecimento de água, rega, drenagem de águas residuais domésticas e drenagem de águas pluviais do futuro Parque Verde.

Na rede de abastecimento de água, com origem na rede da EPAL, será fornecida água aos restaurantes, quiosques, WC´s, bebedouros, tenda de circo e rega dos espaços verdes. A extensão de tubagem tem aproximadamente 7 km, e associado ao sistema de rega foi ainda projetado um reservatório apoiado com capacidade para 500 m3. O sistema de rega utilizará água reciclada para o efeito.

A Feira Popular de Lisboa foi criada em 1943 e fechou em 2003, depois de ter estado em funcionamento na Palhavã e posteriormente em Entrecampos. No final de 2015, a CML anunciou que a Feira Popular iria mudar-se para o futuro parque verde em Carnide.