Repsol apresenta na K 2019 as suas iniciativas em inovação e economia circular

Repsol apresenta na K 2019 as suas iniciativas em inovação e economia circular

Categoria Advisor, Empresas

A Repsol vai apresentar durante a feira K 2019, referência internacional do plástico e borracha que terá lugar de 16 a 23 de outubro em Dusseldorf, a sua aposta na inovação e sustentabilidade. A empresa vai expor no seu stand (FG04.3), situado junto ao pavilhão 4, todas as suas iniciativas e inovações especialmente aquelas que são focadas em construir um mundo mais limpo, com a grande aposta na investigação como via para eliminar os resíduos plásticos em aterro.

Comprometida com a sustentabilidade, a Repsol trabalha em múltiplos projetos para impulsionar a nova economia circular, para aumentar a circularidade dos seus materiais e para conseguir que uma grande quantidade de resíduos plásticos, que atualmente vão para aterro, seja transformada em nova matéria-prima para os seus processos petroquímicos.

Com o seu projeto Reciclex, a Repsol consegue avançar na sua aposta pela economia circular, reforçando o compromisso adquirido ao aderir à Circular Plastics Alliance (CPA) da Comissão Europeia para aumentar o volume total de plástico reciclado no mercado comunitário até 10 milhões de toneladas em 2025. Este projeto implica acordos com diferentes membros da cadeia de valor para garantir o fornecimento de materiais homogéneos que permita incorporar material reciclado a aplicações com elevados requisitos técnicos como: tecido não tecido, filme de agrupações ou peças de automoção.

Assim, a Repsol está há algum tempo a trabalhar com diferentes tecnologias e produtos, juntamente com diversas empresas, para o aproveitamento dos óleos sintéticos que se produzem mediante a reciclagem química de resíduos plásticos não recicláveis de forma mecânica tradicional.

Isto é o seu denominado projeto Zero através do qual, já em 2015, foi capaz de alimentar de forma experimentar óleo de pirólise no seu complexo de Puertollano, sendo pioneira na utilização à escala industrial de produtos de reciclagem química de plásticos. Isto representa uma oportunidade para oferecer aos seus clientes polímeros baseados na economia circular “plastic-to-plastic”, com propriedades equivalentes aos polímeros virgens, como uma solução adicional à problemática de resíduos plásticos em aterro, encerrando o seu ciclo de vida.

Por outro lado, desde que em 2015 a Repsol aderiu ao programa “Operation Clean Sweep” (OCS), programa internacional orientado para evitar a perda de pellets no meio marinho liderado na Europa pela PlasticsEurope, a empresa desenhou todo um plano de ações estratégicas e de investimento, de mais de dois milhões de euros, e ações específicas da cadeia de valor.

A Repsol também participa em outras iniciativas nas quais se aposta firmemente em conseguir um planeta mais limpo, como o Compromisso Voluntário “Plastics 2030” da PlasticsEurope, para aumentar a circularidade e a eficiência de recursos.

Além disso, a Repsol está imersa na criação de novos materiais mais sustentáveis e eficientes, como os polímeros modificados para o seu uso como matéria-prima nas diferentes tecnologias de impressão 3D, habilitando um novo método de fabrico para muitos setores, que facilitará a passagem da economia de escala e da produção geograficamente deslocalizada ao fabrico de objetos a pedido no destino.

A Repsol vai expor todas estas e outras novidades e avanços no seu stand (FG04.3), situado junto ao pavilhão 4, durante a próxima feira k 2019 em Dusseldorf.