Santo Tirso aposta na mobilidade que não polui

Santo Tirso aposta na mobilidade que não polui

Construir 15 Km de ciclovias, apostar nos transportes públicos intermunicipais, reformular os principais espaços públicos da cidade e reorganizar o estacionamento são as prioridades do plano de mobilidade sustentável que a câmara de Santo Tirso apresentou e que prevê um investimento de oito milhões de euros até 2023. “A mobilidade tem de ser sustentável. É esse o caminho que queremos seguir, privilegiar o que não é poluente e, por isso, os peões e as bicicletas têm de estar em primeiro lugar”, sustenta o presidente da autarquia, Joaquim Couto, citado pelo Jornal de Notícias.

A rede de vias cicláveis absorverá uma fatia de dois milhões e prevê a implementação de quatro ciclovias – central, escolas, Sanguinhedo e Geão – que deverão abranger cerca de 12 mil residentes.