Schindler publica “Relatório de Sustentabilidade” anual de 2019

Schindler publica “Relatório de Sustentabilidade” anual de 2019

A Schindler já publicou o “Relatório de Sustentabilidade 2019”, no qual se realçam os avanços do Grupo em matéria de sustentabilidade. O documento proporciona uma visão geral transparente e detalhada do trabalho da empresa em cada um dos seus seis campos estratégicos de ação: melhorar a segurança, atrair talento diversificado, criar valor nas comunidades, promover a mobilidade urbana inteligente, reduzir as emissões da frota de veículos e aumentar a sustentabilidade da cadeia de abastecimento.

Em comunicado, a Schindler sublinha que a sustentabilidade é “vital para a estratégia comercial” da empresa, cujos “equipamentos de transporte vertical movimentam cerca de 1.5 mil milhões de pessoas diariamente, em todo o mundo”.

O “Relatório de Sustentabilidade 2019” inclui alguns dos êxitos em matéria de sustentabilidade da Schindler, entre os quais a “histórica dedicação à educação e formação profissional”. Em 2019, por exemplo, “4.000 estudantes de mais de 40 países participaram em programas educativos e de vocação profissional da Schindler”, que lhes proporcionaram “experiências e qualificações para darem os primeiros passos nas suas vidas profissionais”.

A empresa também avançou no campo da inclusão laboral. Em 2019 a Schindler introduziu novas medidas para combater a discriminação de género na sua Política de Contratação. Adicionalmente, o Grupo mantém o seu compromisso para com a diversidade, com iniciativas que vão mais além da igualdade de género. A Schindler aposta num ambiente de trabalho inclusivo que reúne pessoas de diferentes origens, valoriza diferentes perspetivas e promove um diálogo aberto.

O relatório destaca ainda alguns dos desafios da empresa, entre os quais se inclui a redução da pegada de carbono da frota mundial de veículos com os quais opera para instalar e colocar ao serviço os seus produtos. Como a frota representa a maior proporção da pegada de carbono da Schindler, o grupo está decidido a encontrar formas inovadoras para apoiar os técnicos, como por exemplo através de meios de transporte novos e alternativos, com o objetivo de reduzir o tempo passado na estrada e o consumo de combustível associado. Em 2019, a pegada de carbono da frota mundial manteve-se estável, apesar do seu crescimento anual de 5,6% em francos suíços. Tal representa uma redução de 8,8% da intensidade de carbono da frota quando comparado com dados de 2017.

Segundo o presidente do Conselho Administrativo da Schindler, Silvio Napoli, “se avaliarmos as nossas ações em 2019, percebemos que na Schindler continuamos a investir no futuro da empresa e, ao fazê-lo, avançamos mais ao encontro dos nossos objetivos de sustentabilidade. Como empresa privada, a Schindler está dedicada a desenvolver um crescimento sustentável. Passo a passo, ano após ano, continuamos a crescer tendo como base uma sustentabilidade estabelecida durante cinco gerações, para o futuro dos acionistas, dos Clientes, dos funcionários, das comunidades e do planeta”.