Segunda plataforma do projeto WindFloat Atlantic parte do porto de Ferrol em direção a Viana do Castelo

Segunda plataforma do projeto WindFloat Atlantic parte do porto de Ferrol em direção a Viana do Castelo

Categoria Ambiente, Energia

O WindFloat Atlantic deu outro passo importante para a entrada em operação. A segunda das três plataformas que compõem o projeto deixou no passado domingo o porto de Ferrol para o seu destino final, a 20 km da costa portuguesa, em Viana do Castelo.

Ao chegar ao local do projeto, a plataforma será instalada próxima da primeira plataforma flutuante, com as mesmas dimensões: 30 metros de altura e 50 m de distância entre cada coluna. A terceira e última plataforma, assim que chegar ao local, completará o primeiro parque eólico offshore flutuante na Europa Continental.

O transporte das três estruturas flutuantes do WindFloat Atlantic é um marco em si, pois evita a necessidade de rebocar embarcações projetadas especificamente para este processo e possibilita a replicação do projeto para outras geografias.

A estrutura, que partiu do porto externo de Ferrol, compreende uma plataforma flutuante e a maior turbina eólica já instalada numa estrutura flutuante. Uma vez operacional e com capacidade instalada de 25 MW, o parque eólico poderá gerar energia suficiente para abastecer o equivalente a 60.000 utilizadores por ano.