Suma inicia novo tratamento de resíduos em Omã

Suma inicia novo tratamento de resíduos em Omã

Categoria Ambiente, Resíduos

Depois da adjudicação do encerramento de seis lixeiras no norte de Omã, no final do ano de 2014, a Suma iniciou, no passado mês de dezembro, uma nova prestação de serviços no sultanato. Com a duração de sete anos e a possibilidade de extensão por mais dois, o mais recente vínculo comercial a esta região representa um valor total de 68 milhões de euros, e contempla “atividades de recolha e transporte de resíduos urbanos, verdes, monos e monstros, resíduos de construção e demolição, pneus usados, e resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos, gestão de equipamentos de contentorização, bem como gestão e operação de seis estações de transferência e de um aterro sanitário”.

Os trabalhos, que servem a província de Al Sharqiyah Sul (incluindo a ilha de Masirah), bem como o município de Mahawt (que pertence à região de Al Wusta), cobrindo uma área de cerca de 23 mil km2 e abrangendo uma população de mais de 230 mil habitantes, tiveram início a 30 de dezembro. O contrato integra, ainda, serviços de sensibilização ambiental, cujo lançamento coincidiu com a restante operação.

A área de intervenção, muito extensa e diversificada, contempla montanhas de difícil acesso, zonas de deserto e o transporte de resíduos através de barco – desde a ilha de Masirah -, representando “um desafio acrescido”, em termos de adaptação à realidade local, para o percurso de internacionalização da Suma.