Surfista Miguel Blanco alerta para a importância da saúde dos oceanos em tempos de pandemia

Surfista Miguel Blanco alerta para a importância da saúde dos oceanos em tempos de pandemia

A pandemia impactou a saúde da sociedade global e está também a impactar a saúde dos oceanos. Foi em torno desta temática que o MEO decidiu fazer um ‘Open Call’ através da iniciativa “The Unwanted Shapes Covid-19 Waste Edition”, desafiando os shapers a submeterem os seus projetos de pranchas de surf feitas a partir do desperdício gerado pela Covid-19.

O surfista e ambientalista Miguel Blanco juntou-se à ação com o intuito de alertar para a importância da saúde dos oceanos em temos de pandemia: “Não pude deixar de me juntar a esta iniciativa e fazer algo de novo para mim como “shapear” uma prancha de raíz e, ao juntar máscaras Covid-19, passar a mensagem tão forte que devemos proteger os Oceanos”.

Miguel Blanco define-se como “o surfista ecológico”. Um nome que é também uma atitude e que faz do surfista uma “força da mudança” enquanto embaixador da sustentabilidade e da preservação dos oceanos.

“Fiz uma forma de um peixe no fundo da prancha, laminado com as máscaras descartáveis para retratar a fase em que se começam a degradar, transformando-se em microplástico que acaba por ser consumido pelos peixes e a restante biodiversidade marinha, afetando assim toda a cadeia alimentar. No final do projeto tivemos a oportunidade de surfar com as pranchas durante as fases finais do MEO Ericeira Pro em Ribeira d’Ilhas numa “expression session” proporcionada pela MEO e pelo Turismo de Portugal. Deveria haver mais iniciativas destas”, apela.