Universidade de Aveiro promove pelo segundo ano a iniciativa “Plantar o Futuro”

Universidade de Aveiro promove pelo segundo ano a iniciativa “Plantar o Futuro”

Duas mil árvores vão ser entregues a estudantes da Universidade de Aveiro (UA) para cuidarem delas até fevereiro, altura em que serão plantadas em zonas desflorestadas. Segundo a informação enviada pela instituição, as árvores serão entregues no dia 2 de outubro, no Campus da Academia de Aveiro, naquele que é o ponto de partida de um dos maiores projetos universitários de reflorestação em Portugal.

Pelo segundo ano consecutivo, a iniciativa Plantar o Futuro quer fazer dos estudantes – a restante comunidade académica está também convidada a participar – “padrinhos e madrinhas” de carvalhos-alvarinhos, de amieiros, de freixos, de salgueiros ou de choupos, todas árvores autóctones da floresta portuguesa.

Sob o mote “Se cada um de nós plantar uma árvore, um dia teremos uma floresta”, depois de entregues as árvores ficam ao cuidado dos estudantes até fevereiro, altura que serão utilizadas na reflorestação de áreas do Município de Estarreja.

Organizada pelo Grupo para a Sustentabilidade da UA, pela associação Agora Aveiro e pela Câmara Municipal de Estarreja, a iniciativa quer dar o exemplo na defesa e promoção da floresta autóctone e do seu valor na mitigação das alterações climáticas, resiliência contra incêndios, regulação e melhoria do clima e conservação da biodiversidade. O projeto pretende mudar o papel dos jovens na defesa da Natureza, desde a ocasião em que adotam as pequenas árvores até ao momento em que, pelas suas próprias mãos, as plantarão em zonas desflorestadas.

Paulo Jorge Ferreira, Reitor da UA, juntamente com representantes da Câmara Municipal de Estarreja, vai entregar ao início da tarde de 2 de outubro, em frente ao edifício da Reitoria, as primeiras árvores aos padrinhos e madrinhas. Junto com estas os alunos receberão um pequeno kit com instruções sobre como tratar das árvores bem como informação sobre a floresta portuguesa.

Durante o decorrer do projeto, os padrinhos e as madrinhas terão ao seu serviço uma linha de apoio, prestada pelo Núcleo e Estudantes de Biologia da Associação Académica da UA, para os ajudar na tarefa de cuidar das árvores em casa. Em fevereiro, após a época de exames, os alunos serão convidados a participar nas ações de reflorestação a decorrer em Estarreja, sob a orientação técnica da Agora Aveiro e da Associação BioLiving.

O Plantar o Futuro é um projeto que conta com o apoio do Instituto Português do Desporto e da Juventude, através do Programa Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas. Este projeto é cofinanciado pela União Europeia e pelo Instituto Camões, no âmbito do projeto NOPLANETB AMI.