100 milhões para poupar na luz

100 milhões para poupar na luz

Categoria Ambiente, Energia

Poupar na fatura da eletricidade e produzir energia a partir de fontes renováveis nos hospitais portugueses, são os grandes objetivos do programa de 100 milhões de euros para promover a eficiência energética, noticiou hoje o Negócios.

As candidaturas vão ser abertas na sexta-feira, 30 de setembro, e vão decorrer até 30 de abril de 2017. No entanto, as que forem recebidas nos três primeiros meses vão ser analisadas e decididas no final de dezembro, conforme documentos a que o jornal teve acesso.

“Vamos lançar 100 milhões de euros de investimento em eficiência energética”, anunciou o ministro da Economia no Parlamento, esta quarta-feira. Este investimento vai “criar emprego e ter efeitos multiplicadores”, segundo Manuel Caldeira Cabral, que reforça: “vai [permitir] baixar a prazo a despesa pública, via eficiência energética”.

Os hospitais são grandes consumidores de energia, tanto pelo seu tamanho, como pelo tipo de equipamentos utilizados, assim como o facto de, estarem em operação contínua 365 dias por ano.

Cada candidatura tem um limite máximo de cinco milhões de euros e contempla intervenções como o isolamento térmico em paredes, pavimentos, coberturas, envolvente envidraçada dos edifícios, sistemas técnicos instalados, iluminação exterior e interior e a gestão de consumos de energia.

Simultaneamente, este programa aceita candidaturas com o objetivo de promover as energias renováveis, através do solar térmico e da produção a partir de fontes renováveis.