“A Segurança é a sua Praia” é a nova campanha de sensibilização da Fundação Vodafone em tempos de Covid-19

“A Segurança é a sua Praia” é a nova campanha de sensibilização da Fundação Vodafone em tempos de Covid-19

Contando já com 16 anos ao serviço das praias e com um investimento anual de cerca de 1 milhão de euros, o “Programa Praia Saudável”, resultante de um Protocolo de Cooperação assinado entre a Fundação Vodafone Portugal, a Autoridade Marítima Nacional, a Associação Portuguesa do Ambiente, o Instituto Nacional para a Reabilitação e a Associação Bandeira Azul da Europa, é adaptado este verão para responder aos desafios provocados pela Covid-19.

Para uma maior sensibilização das pessoas sobre as regras a cumprir, a Fundação Vodafone desenvolveu uma campanha nas praias de norte a sul de Portugal intitulada “A Segurança é a sua Praia”, a qual contou com a colaboração de várias Entidades e teve uma enorme adesão por parte do público, informa a operadora em comunicado.

Paralelamente, a App “Praia em Direto”, aplicação móvel gratuita que garante a disponibilização em tempo real de informação sobre as praias, foi adaptada, tendo sido “introduzidas novas funcionalidades que se revestem de especial importância na atual conjuntura”. A App disponibiliza o Índice de Ocupação da Praia (disponível em cerca de 80 praias) e o Índice de Afluência ao Areal e Área Envolvente (disponível em mais de 190 praias)”, refere a Vodafone.

De acordo com a operadora, o “Programa Praia Saudável” tem como objetivo “contribuir para o aumento da segurança nas praias”, para a “defesa e melhoria da qualidade do seu ambiente”, assim como das “acessibilidades”. Abrange atualmente mais de 200 zonas balneares marítimas e fluviais, atuando em quatro vertentes distintas:

  • Segurança: disponibilização de meios complementares de apoio ao salvamento e assistência a banhistas, e disponibilização de um Sistema Integrado de Comunicações de Apoio ao Salvamento Marítimo (Virtual Private Network-VPN) a cerca de 300 postos de nadadores-salvadores. Este sistema já conta com mais de 380 mil chamadas efetuadas. Desde que foi lançado o Programa Praia Saudável, foram salvas mais de 750 vidas através dos equipamentos doados.
  • Acessibilidade: doação de equipamentos que permitem a pessoas com mobilidade reduzida usufruir das zonas balneares. Ao longo dos últimos anos foram doadas cerca de 200 cadeiras anfíbias, dando a oportunidade a mais de 22.000 pessoas com mobilidade reduzida de usufruir das águas balneares.
  • Ambiente: doação de equipamentos que contribuem para a minimização dos impactes ambientais negativos nas praias, nomeadamente a disponibilização de máquinas de limpeza do areal e cinzeiros individuais. No total, já foram distribuídos aos veraneantes mais de 4,5 milhões de cinzeiros.
  • Sensibilização: promoção de campanhas de informação e sensibilização sobre a adoção de boas práticas de segurança e ambiente nas praias. Uma dessas campanhas é a Verão de Campeão, que conta com mais de 330 mil crianças diretamente abrangidas. A App Praia em Directo é outro dos projetos que integra este eixo de atuação. Com mais de 300 mil instalações, a App disponibiliza um conjunto vasto de informação útil sobre 196 zonas balneares, recolhida através de estações de monitorização e equipamentos instalados nas zonas balneares costeiras e interiores, bem como a partir de fontes oficiais credíveis.

A aplicação é gratuita e pode ser instalada através da App Store e Google Play Store, podendo ser acedida através de telemóvel (sistema operativo iOS e Android) e computador (versão web). Os conteúdos estão disponíveis em português e mais cinco idiomas: alemão, espanhol, francês, inglês e italiano.

Para cada zona balnear integrada na App “Praia em Direto” são disponibilizadas as seguintes informações:

  • Em intervalos de 30-60 minutos: Temperatura da água; Temperatura do ar; Índice UV; Velocidade do vento; Afluência ao areal e área envolvente; Direção do vento; Humidade relativa do Ar, Pressão Atmosférica e Índice de ocupação da praia. Este último recorre a tecnologia de Machine Learning, tendo obtido parecer favorável por parte da CNPD no passado mês de junho.
  • A partir de fontes públicas: Qualidade da água – obtida através da Agência Portuguesa do Ambiente; Previsão da altura das marés – obtida através de informação pública disponibilizada pelo Instituto Hidrográfico.
  • Genéricas sobre os serviços disponíveis na praia, designadamente se tem vigilância, restauração, aluguer de toldos, números úteis e coordenadas GPS.