Aniversário Ambiente Magazine: “Para quando a sustentabilidade”

Aniversário Ambiente Magazine: “Para quando a sustentabilidade”

Os 28 anos da Ambiente Magazine foram assinalados em dezembro de 2021 e, nesse mês, lançamos um desafio ao setor do ambiente. Designado por “Passa-a-Palavra”, este desafio começou com Lee Hodder (Galp), José Furtado (Águas de Portugal) e Ana Isabel Trigo Morais (Sociedade Ponto Verde), onde cada um teve de responder à pergunta -“Para quando a sustentabilidade?” – e, ao mesmo tempo, lançarem o mesmo desafio a outras personalidades, e assim sucessivamente. Nesta edição número 93, que corresponde à terceira – e última – parte do trabalho, partilhamos os testemunhos da área da Energia.

Hoje, partilhamos o testemunho de Filipe Vasconcelos (Consulting).

PARA QUANDO A SUSTENTABILIDADE?

“A procura da sustentabilidade e a sua concretização depende de diversas variáveis que concorrem entre si para um mesmo objectivo. Importa assim, melhor que prever a data em que alcançaremos a sustentabilidade, reforçar o que considero serem os seis eixos a tornarão uma realidade mais rapidamente:
1.    Aumentar a capacidade humana através da melhoria da educação e dos cuidados de saúde, resultando, entre outros, em rendimentos mais elevados e em melhores decisões ambientais.
2.    Adoptar uma abordagem de economia circular e reduzir a procura, procurando um consumo responsável e a produção eficiente, e permitindo-nos fazer mais com menos recursos.
3.    Descarbonizar o sistema energético e a mobilidade, e torná-lo mais eficiente, mais limpo e electrificado.
4.    Assegurar o acesso a alimentos nutricionais e água limpa para todos, protegendo ao mesmo tempo a biosfera e os oceanos.
5.    Promover cidades mais inteligentes, através de infraestruturas “inteligentes”, habitação digna e alta conectividade.
6.    Apoiar a digitalização, apoiando a transformação da nossa sociedade e reduzindo o nosso impacto”.

 

Cristiana Macedo