Bosch alarga portfólio de produtos para aplicações móveis de hidrogénio

Bosch alarga portfólio de produtos para aplicações móveis de hidrogénio

Categoria Advisor, Empresas

A Bosch acaba de expandir o seu portfólio de produtos para aplicações móveis de hidrogénio (H2): a partir de agora, este portfólio inclui também componentes para sistemas para tanque H2, como válvulas de tanque ou reguladores de pressão. Para o efeito, o fornecedor de tecnologia e serviços acaba de celebrar uma parceria de engenharia com o especialista italiano OMB Saleri, no âmbito da qual os produtos são desenvolvidos em conjunto, lê-se num comunicado.

“No caminho para a neutralidade climática, o hidrogénio será um importante alicerce na futura combinação de motor de força”, acredita Uwe Gackstatter, presidente da divisão Bosch Powertrain Solutions, acrescentando que, “juntamente com a OMB Saleri, estamos a preparar os componentes para tanque de H2 para produção em massa.”

Visar o mercado global de soluções de reabastecimento de hidrogénio

A procura por motores de força que funcionam com hidrogénio terá um forte crescimento nos próximos anos, especialmente em veículos comerciais. A Bosch espera que até 2030, cerca de um em cada oito veículos comerciais recém-registados em todo o mundo será movido por célula de combustível. A Bosch e a OMB Saleri prevêem que a parceria já assinada para componentes de sistemas de abastecimento de hidrogénio vai contribuir para expandir as suas posições de mercado no setor do H2. Esta colaboração inclui um contrato de licenciamento e engenharia para vários produtos relacionados com soluções de armazenamento de hidrogénio a pressões de 350 bar e 700 bar. Equipas de engenharia conjuntas estão agora a desenvolver os produtos existentes e a otimizá-los para produção em massa. O objetivo das duas empresas é “alavancar economias de escala e disponibilizar componentes para soluções de reabastecimento de hidrogénio a preços competitivos”, refere o mesmo comunicado.

Partilha de conhecimento

Esta parceria reúne ainda o know-how dos dois parceiros. A empresa italiana de tecnologia OMB Saleri, com sede em Brescia, no norte da Itália, é considerada uma das maiores especialistas mundiais em componentes para soluções de armazenamento de hidrogénio. Como parceira, a Bosch beneficiará da sua experiência em engenharia, de uma infraestrutura de teste de H2 moderna, estações de teste e componentes que já provaram o seu valor em aplicações iniciais, contribuindo com a experiência na comercialização de produtos inovadores, bem como com um desenvolvimento global e rede de produção para grandes escalas.

A empresa acredita que o hidrogénio tem um futuro promissor como fornecedor de energia, estando a realizar investimentos iniciais consideráveis nesta área. Entre 2021 a 2024, a Bosch prevê investir cerca de 600 milhões de euros em aplicações móveis de células de combustível e mais 400 milhões de euros em aplicações fixas para gerar eletricidade e calor. O portfólio para veículos varia de sensores individuais a componentes essenciais, como por exemplo, o compressor de ar elétrico e a pilha, ou até o módulo de célula de combustível completo.