Cabo Verde precisa de 335 mil euros para catalogar maravilhas naturais

Categoria Home

Cabo Verde precisa de cerca de 335 mil euros para catalogar os 318 monumentos naturais identificados nos 22 municípios, o grande objectivo da segunda fase do projeto "7 Maravilhas", que deverá decorrer de Abril a Outubro de 2015. O valor será utilizado para a elaboração de um catálogo, uma carta cartográfica, uma análise científica, uma georreferenciação dos sítios e uma carta turística.   A informação foi avançada quarta-feira à imprensa por Eunice Silva, presidente da Comissão Nacional do projecto e presidente da Rede de Parlamentares para o Ambiente, Luta Contra a Desertificação e Pobreza, durante a apresentação dos resultados da primeira fase.