Cientista da UC ganha bolsa do Conselho Europeu de Investigação para projeto de energias limpas

Cientista da UC ganha bolsa do Conselho Europeu de Investigação para projeto de energias limpas

Categoria Advisor, Investigação

Paulo Rocha, do Centro de Ecologia Funcional da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), acaba de ser contemplado com uma bolsa “Starting Grant” do European Research Council (ERC), no valor de 2,5 milhões de euros.

Em comunicado, a Universidade de Coimbra (UC) indica que o valor atribuído pelo ERC vai permitir à concretização do projeto “Green – Generating Energy from Electroactive Algae”, que visa a geração de energia limpa e sustentável através da comunicação entre algas.

Para o investigador, este projeto, com a duração de cinco anos, “alinha-se no desenvolvimento de uma nova fonte de energia limpa, de baixo custo, com vista a minimizar significativamente os custos de eletricidade, o uso de combustíveis fósseis e emissões de dióxido de carbono”.

Paulo Rocha, que expressa um “orgulho imenso de ter sido selecionado num dos programas mais competitivos do mundo da ciência. E, também, um orgulho por poder desenvolver este projeto em Portugal, na Universidade de Coimbra”, revela que a atribuição desta bolsa europeia vai permitir a “criação de um laboratório de renome mundial em Bioenergia e Bioeletrónica”.

O Conselho Europeu de Investigação foi criado em 2007 pela União Europeia (UE) para financiar cientistas de excelência. As bolsas “ERC Starting Grants” são destinadas a cientistas em início de carreira, possibilitando-lhes formar grupos de trabalho e desenvolver projetos em diferentes áreas científicas