Côa Summer Fest promove recolha de plástico para criar obra de arte sustentável

Côa Summer Fest promove recolha de plástico para criar obra de arte sustentável

Entre os dias 1 e 3 de agosto, o festival Côa Summer Fest desafia festivaleiros e fozcoenses a recolherem embalagens de plástico para a criação de uma escultura de um Auroque, imagem típica presente nas gravuras rupestres de Foz Côa.

A escultura será criada por Jorge Mateus, artista plástico da região, que usará a sua criatividade para transformar os plásticos reutilizáveis recolhidos num dos símbolos mais icónicos da cidade. A obra de arte começará a ser criada no dia 2 agosto e ficará pronta no sunset do último dia de festival. O Auroque originado poderá, posteriormente, ser visitado no Museu do Côa.

“Já há alguns anos que a preocupação ambiental tem sido crescente no nosso festival. Começámos com pequenas mudanças, como usar copos reutilizáveis e a promoção de uma ação de florestação na cidade, em que desafiámos os nossos festivaleiros a plantar árvores. Este ano quisemos ir ainda mais longe e tocar em dois tópicos que nos preocupam bastante, a águas e os plásticos. Acreditamos que estas iniciativas são fundamentais para sensibilizarmos não só os habitantes de Foz Côa a terem uma atitude mais sustentável, mas também quem nos visita todos os anos durante o festival”, explica Rui Pedro Pimenta da Associação Juvenil Gustavo Filipe, entidade organizadora do festival.

Green Day: Dia dedicado a atividades ambientais e sustentáveis 

No âmbito do Green Day, a 2 de agosto, dia dedicado a atividades ambientalmente sustentáveis, o Côa Summer Fest promove ainda, em parceria com as Águas do Norte, um workshop de sensibilização para 50 crianças do pré-escolar contra o desperdício e a poluição das águas.

Com o intuito de incentivar uma mudança de atitudes e de comportamentos junto dos mais novos, a “Oficina Ciclo da Água” convida as crianças a tornarem-se pequenos cientistas e a passarem por uma série de experiências, que abordam temas como as alterações climáticas das últimas décadas e a escassez deste recurso que afeta mais 1,2 mil milhões de pessoas.

Por fim, o festival pretende ainda sensibilizar para a necessidade de redução do consumo de água engarrafada no dia a dia, promovendo o seu consumo através de recipientes alternativos. Para isso, no dia 2, terá mochilas de distribuição de água potável no recinto do evento e nas ruas da cidade.

O festival que defende que o “verão não é só praia” arranca com uma corrida de espuma e leds brilhantes coloridos, a Glow Bubble, e nos dias 2 e 3 de agosto as noites vão ser animadas por nomes como Supa Squad, Estraca, Deejay Telio, Dadda e Francisco Murta. Os concertos, assim como a zona de campismo, são gratuitas. O Museu do Côa tem entrada grátis para os festivaleiros com pulseira e as piscinas municipais praticam preços mais acessíveis.

O Côa Summer Fest conta com as trotinetes IOMO como parceiro de mobilidade, a PRIO como sponsor, a Super Bock como main sponsor e a rádio Mega Hits como media partner. O festival tem a Câmara Municipal de Foz Côa, o Museu do Côa e a Pousada da Juventude como parceiros. E conta ainda com o apoio do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), da Federação das Associações Juvenis do Distrito da Guarda e da Federação Nacional das Associações Juvenis.