Coopérnico vence Prémio Gulbenkian de Sustentabilidade

Coopérnico vence Prémio Gulbenkian de Sustentabilidade

A Coopérnico, Cooperativa de Energias Renováveis em Portugal, venceu o Prémio Gulbenkian 2018 na categoria de Sustentabilidade. O Prémio Gulbenkian é um importante reconhecimento pelo trabalho desenvolvido e pelos resultados alcançados até agora, mas é sobretudo uma alavanca ao crescimento desta cooperativa de modelo único em Portugal.

Este prémio, no valor de 50 mil euros, é entregue a pessoas singulares ou a pessoas coletivas privadas e sem fins lucrativos, que se tenham distinguido, em Portugal, na área da Sustentabilidade.

Esta distinção representa um importante contributo para a implementação do projeto de comercialização, que vai fazer da Coopérnico a primeira cooperativa a comercializar eletricidade em todo o país.

Para Nuno Brito Jorge, presidente da Coopérnico, “Este é um prémio cheio de simbolismo. Desde logo porque ocorre no ano em que a Gulbenkian fez o anúncio – que nos encheu de orgulho – de alienação dos seus ativos fósseis. Reveste-se também de especial importância por surgir no momento em que a Coopérnico procura dar o passo de se tornar comercializadora independente de eletricidade, enfrentando grandes obstáculos e mudanças regulamentares surpreendentes, num país em que cada vez é mais difícil aos pequenos agentes do setor da energia existirem.

Receber um prémio da Gulbenkian é muito mais que isso é como um carimbo de qualidade, que no nosso caso, recompensa uma pequena equipa de colaboradores, voluntários e todos os cidadãos que através da Coopérnico se envolvem na transição para um sistema energético mais sustentável e democrático. Esperamos que seja
também uma alavanca para sermos muitos mais.”

Ao longo de quase cinco anos de atividade, a Coopérnico reuniu mais de 1000 membros, com 804 500€ investidos diretamente pelos membros, em produção de energia renovável e 740 kWp de potência instalada em 15 centrais fotovoltaicas em todo o país. Muito recentemente, a cooperativa ultrapassou 1 GWh de produção de energia renovável anual. A Coopérnico quer, ainda em 2018, ser a primeira empresa da economia social a comercializar energia elétrica em todo o país.