EDP Distribuição prepara mudança de marca para E-REDES

EDP Distribuição prepara mudança de marca para E-REDES

Categoria Ambiente, Energia

A EDP Distribuição, empresa que gere as redes de distribuição de energia, vai mudar de marca a partir do próximo ano, passando a designar-se E-REDES. O processo de alteração de marca da EDP Distribuição recebeu luz verde da entidade reguladora no passado dia 12 de agosto e deverá estar concluído até 31 de janeiro de 2021. Haverá depois um período transitório, até ao final do próximo ano, para concretizar as ações necessárias para a total alteração de imagem.

O projeto de mudança será gradual e irá incidir sobre infraestruturas, pontos de atendimento, frota, sistemas de informação, suportes de comunicação e equipamentos de proteção dos operacionais do terreno.

Além da mudança de nome de EDP Distribuição para E-REDES, a nova marca irá contar também com um logótipo cuja linha gráfica será marcada pelo novo nome da empresa a preto com a cor amarela em fundo. Com esta alteração de imagem, que deixa de ter elementos de cor ou design comuns a outras empresas do universo EDP, reforça-se também a identificação e a singularidade da operadora de redes de distribuição.

Até outubro, a EDP Distribuição irá apresentar à ERSE o projeto detalhado de alteração de imagem, com o objetivo de garantir a transição para a nova marca sem qualquer perturbação para os consumidores, companhias, concessionários, autarquias e outras entidades que se relacionam com a empresa.

A EDP Distribuição é a empresa concessionária da rede de distribuição de alta e média tensão em Portugal Continental e das redes de baixa tensão dos 278 municípios portugueses. A empresa distribui eletricidade para 99,5% dos pontos de entrega nacionais, totalizando cerca de 6 milhões de clientes. Enquanto operadora de rede, a EDP Distribuição está presente em todo o território continental gerindo 179 mil quilómetros de rede aérea e 49 mil de rede subterrânea. Nos últimos 16 anos, reduziu o tempo médio de interrupção de serviço na ordem dos 86%, mantendo forte aposta na transição energética.

A futura E-REDES irá garantir o mesmo nível de serviço e as operações a nível nacional através das concessões de distribuição de energia de alta, média e baixa tensão. A empresa mantém ainda o seu empenho na transição energética e o compromisso de continuar a ser uma marca de confiança e próxima dos consumidores, com um serviço de qualidade, focado no cliente e orientado por forte responsabilidade social.