Emissões de CO2 diminuem em 2016 em Portugal e na União Europeia

Emissões de CO2 diminuem em 2016 em Portugal e na União Europeia

Através de dados do Eurostat, divulgados hoje, estima-se que em 2016, as emissões de dióxido de carbono (CO2) provenientes da combustão de combustíveis fósseis diminuíram 0,4% na União Europeia (UE), em comparação com o ano anterior. Portugal foi o terceiro país, que maior queda registou nas emissões.

As emissões de CO2 são um dos principais contribuintes para o aquecimento global e representam cerca de 80% de todas as emissões de gases com efeito de estufa na UE. São influenciados por fatores como as alterações climáticas, o crescimento económico, o tamanho da população, transporte e atividades industriais.

De acordo com as estimativas, as emissões de CO2 aumentaram em 2016 na maioria dos Estados-Membros da UE, registando-se um aumento mais significativo na Finlândia (+ 8,5%), seguinda do Chipre (+ 7,0%), Eslovénia (+5,8%) e Dinamarca (+ 5,7%).

Em sentido oposto, registaram-se reduções em onze Estados-Membros, nomeadamente em Malta (-18,2%), Bulgária (-7,0%), Portugal (-5,7%) e Reino Unido (-4,8%).