Euroespuma produz espuma reciclada

Euroespuma produz espuma reciclada

Categoria Advisor, Empresas

A Eurospuma S.A anunciou que é a única empresa portuguesa a produzir espuma com matéria-prima reciclada. No âmbito do projeto UrbanRec, a empresa de produção de espuma conseguiu incorporar poliol reciclado na produção de uma espuma viscoelástica. O resultado foi apresentado em Bruxelas, no passado dia 6 de novembro.

A Eurospuma foi a empresa portuguesa escolhida para testar e produzir esta espuma, devido à sua experiência no desenvolvimento de espumas, em particular viscoelásticas. A espuma foi concebida para a camada superior de um colchão pela sua suavidade e excelente permeabilidade ao ar, utilizando poliol reciclado, proveniente de resíduos volumosos. Este desenvolvimento não só é um grande passo com vista à economia circular como também preenche os requisitos mais exigentes da indústria da colchoaria.

“Para nós, enquanto empresa que sempre teve preocupações com as questões ambientais, é muito importante fazer parte deste projeto. Embora a tecnologia necessite de mais ajustes para ser produzida como produto final é já uma grande conquista para a indústria”, defende Paulo Morais, um dos administradores da empresa.

A comunidade europeia já implementou medidas para prevenção de resíduos e eliminação de aterros. No entanto, a população ainda desconhece o que deve fazer com resíduos volumosos.

“O poliol reciclado é uma matéria-prima obtida pela transformação de resíduos de espuma. O que significa que estamos a permitir dar uma segunda vida aos produtos de colchoaria e mobiliário. E isto é algo muito importante para a sustentabilidade do nosso planeta” acrescenta Paulo Morais.

Outra das grandes vantagens desta espuma é ter a certificação internacional OEKO-TEX®, cujo objetivo é alcançar produtos isentos de substâncias nocivas para a saúde humana.

Deste projeto resultou também o primeiro guia de boas práticas ambientais desta indústria – o Eco Design Guide – que será levado ao Parlamento Europeu ainda este ano. A Eurospuma foi uma das entidades cocriadoras deste guia, dando importantes contributos alicerçados na sua longa experiência no setor.