Eurostat: Quota de energias renováveis na UE atingiu 17,5% em 2017

Eurostat: Quota de energias renováveis na UE atingiu 17,5% em 2017

A participação da energia proveniente de fontes renováveis no consumo final bruto de energia em 2017 atingiu 17,5%, um aumento de 0,5%, quando comparado com 2016. Os dados foram publicados pelo Eurostat.

A quota das energias renováveis no consumo final bruto de energia é um dos principais indicadores da estratégia Europa 2020. O objetivo da UE é obter 20% de energia no consumo final bruto de energia de fontes renováveis até 2020 e pelo menos 32% até 2030.

Maior participação de renováveis na Suécia, menor em Luxemburgo, Holanda e Malta

Desde 2004, a percentagem de fontes renováveis no consumo final bruto de energia aumentou significativamente em todos os estados-membros. Em comparação com 2016, aumentou em 19 dos 28 Estados-Membros.

Com mais de metade (54,5%) da energia proveniente de fontes renováveis em consumo final bruto de energia, a Suécia teve a participação mais alta em 2017, à frente da Finlândia (41,0%), Letónia (39,0%), Dinamarca (35,8 %) e Áustria (32,6%). Por outro lado, as menores proporções de energias renováveis foram registadas no Luxemburgo (6,4%), nos Países Baixos (6,6%) e em Malta (7,2%).

Holanda e França: mais longe dos objetivos

Cada estado-membro da UE tem o seu próprio objetivo Europa 2020. Os objetivos nacionais têm em conta os diferentes pontos de partida dos estados-membros: o potencial de energia renovável e o desempenho económico.

Entre os 28 estados-membros da UE, onze já atingiram o nível necessário para cumprir os seus objetivos nacionais para 2020: Bulgária, República Checa, Dinamarca, Estónia, Croácia, Itália, Lituânia, Hungria, Roménia, Finlândia e Suécia. Além disso, a Letónia e a Áustria estão em torno de 1 ponto percentual (pp) das metas para 2020. Mais longe estão os Países Baixos (7,4 pp do seu objetivo nacional 2020), França (6,7 pp), Irlanda (5,3 pp), Reino Unido (4,8 pp), Luxemburgo (4,6 pp), Polónia (4,1 pp) ) e a Bélgica (3,9 pp) são os mais afastados das suas metas.