Fafe recebe 78 mil euros do REACT para a criação de ilhas sombra no centro da cidade

Fafe recebe 78 mil euros do REACT para a criação de ilhas sombra no centro da cidade

O Município de Fafe acaba de ver aprovado pelo REACT-EU, Programa de Política Regional da Comissão Europeia, um projeto de (re)arborização de espaços verdes e criação de ilhas-sombra em meio urbano, no valor de 78 mil euros, com comparticipação a 100%, no âmbito de uma candidatura realizada em fevereiro deste ano.

De acordo com o município, a iniciativa – que visa utilizar as árvores como medida de atenuação dos impactos das alterações climáticas e de melhoria da resiliência dos territórios e das suas populações – será implementada no meio urbano do concelho, numa área intervencionada de 27 hectares.

Enquadrado na estratégia de reposicionamento competitivo do território, criada desde outubro de 2021 sob a designação “Fafe é Vida”, e que prevê um vasto leque de operações com vista a melhorar a sustentabilidade do concelho, o projeto contribui para os objetivos de “sequestro de carbono, suporte à biodiversidade, melhoria da qualidade do ar e da depuração do ar urbano, mitigando o facto do concelho se localizar relativamente longe do mar e dos seus efeitos de atenuação climática”, lê-se num comunicado.

Esta intervenção integra-se numa estratégia mais vasta e ambiciosa de criar uma ampla área de espaços verdes arborizados de fruição por todos e para todos. “Pretende-se, deste modo, que Fafe seja um município exemplar quer na contínua redução da sua pegada de carbono quer no que respeita à sua contribuição ativa e inovadora na resposta aos desafios das alterações climáticas, num total alinhamento com os objetivos comuns da União Europeia e de Portugal”, refere o mesmo comunicado.