Fundo Ambiental recebe 1378 candidaturas em menos de 24 horas ao Programa de Apoio a Edifícios Mais Sustentáveis

Fundo Ambiental recebe 1378 candidaturas em menos de 24 horas ao Programa de Apoio a Edifícios Mais Sustentáveis

Categoria Ambiente, Energia

Num período inferior a 24 horas, o Fundo Ambiental regista a submissão de mais de 1378 candidaturas, que apresentam um valor total de despesa elegível de 3,8 milhões de euros, à segunda-fase do Programa de Apoio a Edifícios Mais Sustentáveis, anuncia o Governo.

Numa nota divulgada à imprensa, o Ministério do Ambiente e da Ação Climática lembra que o prazo de candidaturas teve início esta terça-feira, 22 de junho, após a publicação do despacho em Diário da República.

Das 1378 candidaturas, 1136 foram submetidas entre as 12h e as 23h59 do primeiro dia, precisa o comunicado, destacando que, a par das inúmeras candidaturas já submetidas, estão em preenchimento mais de 819 candidaturas.

Para qualquer esclarecimento no âmbito deste programa, a comunicação será feita exclusivamente através do e-Balcão disponível através do site, ou através do número de telefone 210 519 411. Apenas os emails enviados via e-Balcão serão respondidos.

Com uma dotação total de 30 milhões euros, prevê-se conceder aos potenciais beneficiários deste Aviso a comparticipação até 85% do valor limite de cada uma das tipologias previstas no incentivo, bem como, até 85 % do valor limite relativo ao acompanhamento técnico e certificação energética.

Cada candidato está limitado a um incentivo total máximo por edifício unifamiliar ou fração autónoma de 7,5 mil euros, e de 15 mil euros, no caso particular de edifício multifamiliar (prédio) em propriedade total.  De enfatizar, que um candidato pode submeter várias candidaturas, incluindo um beneficiário da Fase I, desde que o somatório dos incentivos não ultrapasse os limites supramencionados, isto é, os limites por candidato e por tipologia de intervenção.