Galp cria fábrica de inovação para acelerar transição energética

Galp cria fábrica de inovação para acelerar transição energética

Categoria Ambiente, Energia

A Galp vai criar uma nova fábrica de inovação em 2020. UP – Upcoming Energies é o nome do projeto que arranca em janeiro, com sede em Lisboa e com um foco muito centrado na procura de soluções para os eixos da transição energética, mobilidade, digital e economia circular.

A criação da UP – Upcoming Energies foi anunciada esta terça-feira pela administradora da Galp, Susana Quintana Plaza, na sessão de abertura do EIC Corporate Day da Galp. O evento, organizado pela energética em parceria com o European Innovation Council, reuniu em Lisboa 15 startups e scaleups europeias na apresentação e discussão de projectos que possam integrar o roadmap da Galp para modelos de negócio de baixo carbono.

Criada com o objetivo de abrir a porta da Galp ao ecossistema mundial de inovação, a UP – Upcoming Energies pretende “criar um hub de ideias e de novos projectos à escala internacional”, sintetizou a administradora da Galp responsável pelas Renováveis e Novos Negócios, Susana Quintana Plaza.

“Queremos testar caminhos e soluções que ajudem a Galp a posicionar-se como um player de referência na resposta aos desafios que a sociedade e a indústria energética enfrentam. Nesse sentido, procuramos parceiros que tenham ideias ou projectos inovadores e disruptivos, que possam acrescentar valor ao portefólio de serviços e produtos da empresa”, concretizou a administradora da Galp.

A fábrica de inovação UP – Upcoming Energies funcionará em Lisboa, num regime aberto à comunidade nacional e internacional de startups e scaleups. O espaço será desenvolvido numa lógica de sinergias, co-criação e colaboração para o desenvolvimento, lançamento e comercialização de projectos que encaixem nos eixos em que a área de inovação da Galp está a posicionar-se: digital, mobilidade do futuro, transição energética e economia circular.