Governo diz que novo modelo das águas é para cair

Governo diz que novo modelo das águas é para cair

As mais recentes alterações no setor das águas, imprimidas pelo anterior Governo, que visam uma harmonização territorial dos tarifários – descidas no interior do país compensadas por subidas no litoral – são para “cair”, deu conta o executivo de António Costa, citado pelo Diário Económico.

Recorde-se que as cidades de Lisboa e do Porto, ao contrário do que aconteceu no ano que agora terminou, aumentaram os preços da água. Na EPAL, que serve toda a zona de Lisboa e Oeste – 86 autarquias e 3,8 milhões de habitantes – a subida para a maioria dos seus clientes domésticos é de 33 cêntimos mensal. Na Águas do Porto, o agravamento para os 130 mil clientes é de 3,3%.