LIFE Berlengas entre finalistas do Prémio Europeu Natura 2000

LIFE Berlengas entre finalistas do Prémio Europeu Natura 2000

Foram hoje anunciados os finalistas do Prémio Europeu Natura 2000 deste ano. O projeto LIFE Berlengas surge entre os cinco finalistas, na categoria “Conservação”. O projeto coordenado pela Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), e que envolveu cinco parceiros, foi selecionado entre 36 candidaturas nessa categoria. Para além do prémio atribuído por um júri, o projeto está também a votação para “escolha do público” até dia 15 de setembro no site da Rede Natura 2000.

O LIFE Berlengas decorreu entre 2014 e 2019 e teve como principal objetivo devolver a essência da ilha, criando melhores condições às espécies nativas daquele habitat único, sobretudo as aves marinhas e as plantas nativas. A seleção como finalista deste prémio europeu reconhece o sucesso das ações de recuperação de habitat, através do controlo de espécies exóticas invasoras e construção de ninhos artificiais. Outro importante resultado do projeto foi a caracterização dos visitantes, e a criação do Barómetro de visitação, que pretende ser um instrumento de apoio à gestão, permitindo não só compreender e avaliar a perceção dos visitantes, mas também aferir eventuais impactos de mudanças introduzidas na gestão desta área.

Entre os sucessos do projeto destaca-se o nascimento da primeira cria de roque-de-castro na ilha da Berlenga; a remoção da quase totalidade do chorão da ilha (um “tapete” que cobria de verde uma boa parte da ilha, mas que impedia as plantas nativas de se desenvolverem); as câmaras online que permitiram a todos seguir em direto o desenvolvimento de crias de cagarra e galheta.

Segundo Joana Andrade, coordenadora do Projeto LIFE Berlengas, “ser finalista do prémio Natura 2000 mostra que o nosso trabalho na Berlenga é um caso de sucesso e um exemplo a seguir. Estamos muito satisfeitos com este reconhecimento de todo o trabalho de conservação e recuperação que aqui fizemos ao longo de 5 anos, graças a uma equipa técnica de excelência e a centenas de voluntários dedicados”.

O Prémio Natura 2000 foi criado pela Comissão Europeia (CE) para celebrar e promover as melhores práticas para a conservação da natureza na Europa. É dedicado a recompensar a excelência na gestão e promoção da Rede Natura 2000 e na consciencialização da sua importância e dos seus benefícios para os cidadãos europeus.  Os vencedores nas cinco categorias serão revelados a 14 de outubro, em Bruxelas.