Marés Vivas fecha portas mais cedo por causa das aves

Marés Vivas fecha portas mais cedo por causa das aves

O Marés Vivas terá de fechar as portas mais cedo. De acordo com o Jornal de Notícias, o início e o encerramento dos concertos serão antecipados em meia hora. A14 de julho, o primeiro dia do festival em que atuará Elton John, Kelis e os portugueses D.A.M.A, o fecho terá de acontecer ainda mais cedo do que nos restantes dois dias devido às recomendações da comissão de acompanhamento do festival, criada por despacho do Ministério do Ambiente em janeiro passado, para minimizar o impacto dos espetáculos na Reserva Natural Local do Estuário do Douro.
Segundo o diário, o recinto do festival distará 50 metros do areal que serve de abrigo e de local de nidificação de aves e o ruído poderá ter o efeito mais nocivo no bem-estar das espécies. Para minimizar o impacto no ambiente, o promotor do festival colocará seguranças para travar a entrada de pessoas na reserva e a Câmara Municipal plantará uma cortina arbórea, que servirá de barreira natural.