Ministro do Ambiente felicita Lisboa por trabalho excecional e boas práticas

Ministro do Ambiente felicita Lisboa por trabalho excecional e boas práticas

O ministro do Ambiente felicitou hoje a cidade de Lisboa e a câmara municipal pelo “trabalho excecional” que levou à sua escolha para Capital Europeia Verde 2020, sendo um exemplo de boas práticas ambientais. O governante falou com a imprensa, à margem da sessão de balanço do Programa Nacional de Investimentos 2030, nas áreas de Ambiente e Energia, que está a decorrer em Lisboa, refere a Lusa.

A escolha da cidade de Lisboa como vencedora do prémio de Capital Europeia Verde de 2020 foi anunciada na quinta-feira pelo comissário da União Europeia para o Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas, Karmenu Vella, na Holanda.

Além do título, Lisboa recebe um incentivo financeiro de 350 mil euros da Comissão Europeia para avançar com o seu ano de capital verde.

“Lisboa é, de facto, um exemplo, não à escala portuguesa, à escala europeia de práticas ambientais, por isso, acho que, sendo Lisboa a cidade que é, tão atrativa como é, por razões patrimoniais, da sua história, da sua localização, é muito importante”, para a cidade e para Portugal, que “também seja conhecida pelas boas práticas ambientais”, defendeu o ministro do Ambiente.

João Matos Fernandes disse ainda acreditar, “com imodéstia”, que o facto de a Carris ser agora uma empresa municipal e poder ser possível “outra capacidade de gerir a oferta de transportes públicos” também vai contribuir para que Lisboa seja uma cidade ambiental com ainda melhores práticas.

“De facto, falou-se [durante a sessão de hoje] na reciclagem, nas taxas que estão abaixo da média – Lisboa está muito acima da média, falou-se na baixa utilização dos transportes coletivos no comum das deslocações – Lisboa está acima da média, falamos da mobilidade suave – Lisboa com os projetos que tem de ‘sharing’ das bicicletas está muito acima da média”, listou o ministro.

O prémio de Capital Europeia Verde é atribuído anualmente com o objetivo de reconhecer os esforços das cidades com um plano para se tornarem amigas do ambiente e que envolvam a sua população na sustentabilidade ambiental, social e económica.