Montiqueijo cada vez mais sustentável

Montiqueijo cada vez mais sustentável

Categoria Advisor, Empresas

A Montiqueijo – marca portuguesa produtora de queijos e a única com produção desde a origem – continua a investir diariamente em medidas ambientalmente mais responsáveis. No primeiro semestre deste ano, com o Ecodesign das suas embalagens, a produtora já poupou 25,7 toneladas de plástico.

Para reduzir a utilização de papel, a empresa instalou cinco secadores elétricos de mãos, nas zonas comuns, que serão alimentados pelo seu sistema solar fotovoltaico. Além de mais higiénicos, estes equipamentos produzem até menos 76% de CO2 que as toalhas de papel e reduzem as bactérias até 40%.

Incentivando os seus colaboradores a contribuírem para um meio ambiente melhor, na semana passada, a empresa ofereceu chávenas de café e de chá personalizadas com o nome de cada pessoa para evitar o consumo de copos de plástico. No bar/cafetaria da fábrica, o preço das bebidas sem plástico também foi diminuído.

Números & factos que fazem da Montiqueijo eco-friendly:

– Reduziu 165 toneladas de plástico nos últimos três anos;

– Poupou 47 toneladas de plástico em 2018;

– Primeira empresa do setor a retirar o cincho dos seus queijos (1998);

– Pioneira no setor a instalar um sistema solar fotovoltaico (2015) que permite poupar 77 toneladas de emissões de dióxido de carbono por ano (2018);

– 203 toneladas de queijos produzidas inteiramente por energia solar anualmente;

– Atualmente os 460 painéis solares instalados junto à fábrica permitem uma autossuficiência média mensal de 18%;

– Única empresa do setor com circuito completo do processo produtivo: controla a produção da matéria-prima principal para os seus produtos (leite), ou seja, tem produção desde a origem, garantido a máxima qualidade dos queijos;

– Economia circular: do cereal que alimenta os animais à produção do queijo;

– Economia circular: o soro resultante da produção de queijo e requeijão é incluído novamente no circuito e utilizado na alimentação animal, evitando assim maior poluição e desperdício;

– Zero desperdício e consumo consciente: a produção é planeada de acordo com as encomendas, para que não existam desperdícios;

– Criou o primeiro requeijão de 85 gr para combater o desperdício alimentar deste tipo de produto e promover o consumo diário nutricionalmente aconselhado;

– Ecodesign nas embalagens: uma embalagem de queijo fresco Montiqueijo de 85 gr tem apenas 29,8% de plástico face a outras marcas do mercado; uma embalagem de requeijão Montiqueijo tem apenas 45,97% de plástico relativamente a requeijões embalados de outras marcas;

– Utiliza paletes reutilizáveis;

– Conquistou os Reconhecimentos de Responsabilidade Social e Sustentabilidade pela APEE, Associação Portuguesa de Ética Empresarial (2018);

– Possui sistemas de ar comprimido, sistema de eliminação de energia reativa e de gestão energética.
70% de iluminação eficiente (LED).