Mota-Engil e Soares da Costa integram consórcio para obras de abastecimento de água

Mota-Engil e Soares da Costa integram consórcio para obras de abastecimento de água

Categoria Águas, Ambiente

As construtoras Mota-Engil e Soares da Costa estão a integrar um consórcio escolhido pelo governo angolano para obras de abastecimento de água no valor de 276 milhões de euros, segundo despachos presidenciais consultados hoje pela agência Lusa.

O primeiro dos contratos autorizados pelo presidente angolano, José Eduardo dos Santos, diz respeito à realização de estudos, projeto executivo e de construção da captação, estação de bombagem de água bruta, conduta elevatória e estação de tratamento do denominado projeto “Lote B1”, por 39.678 milhões de kwanzas (267,3 milhões de euros), a executar pelo consórcio formado pela Degremont, Mota-Engil e Soares da Costa.

Ainda com data de 10 de dezembro e, envolvendo o mesmo consórcio e empresas, o governo angolano aprovou o contrato para a realização de estudos, projeto executivo e Estação de Tratamento de Água do Processo (ETAP) do projeto Eta Bita, no valor de 1.314 milhões de kwanzas (8,8 milhões de euros).

Nos mesmos moldes, mas integrando o consórcio formado pelas empresas OTV International, Griner Engenharia e Sinohydro Corporation Limited, o executivo adjudicou outras duas empreitadas do género, como são os casos do projeto “Quilonga Grande”, por 1.255 milhões de kwanzas (8,4 milhões de euros), e do denominado “Lote Q1”, por 43.659 milhões de kwanzas (294,1 milhões de euros).