Nespresso reforça objetivos de sustentabilidade no Dia Internacional da Reciclagem

Nespresso reforça objetivos de sustentabilidade no Dia Internacional da Reciclagem

Categoria Advisor, Empresas

No Dia Internacional da Reciclagem, que se assinalou ontem, a Nespresso reforçou o compromisso com a sua estratégia de reciclagem para Portugal e apresenta, ainda o primeiro Relatório de Criação de Valor Partilhado da marca, a nível global, disponível em Nestle-Nespresso.com/sustainability

A marca acaba de lançar o seu primeiro Relatório de Criação de Valor Partilhado, elaborado de acordo com o Global Reporting Initiative (GRI). O relatório conclui que a Nespresso está no caminho certo para alcançar as ambiciosas metas de sustentabilidade a que se propôs, até 2020, que incluem projetos inovadores em zonas de conflito em África e na Colômbia.

O Relatório reflete o compromisso da Nespresso em impulsionar a inovação sustentável através da sua estratégia de sustentabilidade – The Positive Cup – que defende que cada chávena de café Nespresso pode e deve ter um impacto positivo no mundo. Esta estratégia assenta a sua atividade em três áreas de atuação: a origem do café; o alumínio e o clima.

Segundo o CEO da Nespresso, Jean-Marc Duvoisin, “a sustentabilidade está no coração da nossa marca e no nosso modelo de negócio. Ao trabalharmos diretamente com agricultores e ONGs em zonas como o Sul do Sudão, e Caquetá na Colômbia, queremos enfrentar alguns dos grandes desafios de uma sociedade global, garantindo simultaneamente um fornecimento sustentável do café de melhor qualidade”.

O Relatório de Criação de Valor Partilhado destaca os progressos significativos na área da reciclagem, nos últimos anos, com milhões de pontos de recolha de cápsulas atualmente disponíveis a nível mundial bem como a aprovação, por parte de algumas autoridades locais, da colocação de cápsulas usadas nos seus sistemas de reciclagem.

Em Portugal, a Nespresso reforça também o compromisso com a sua estratégia de reciclagem, que tem como objetivo duplicar a taxa de reciclagem até 2020, e que atualmente se situa entre os 10% e os 15%. Para além disso, a marca em Portugal está igualmente comprometida em alcançar a meta assumida até 2020 de garantir 100% de capacidade de recolha de cápsulas usadas no nosso país, e que neste momento se situa já nos 98%.