Nova derrocada na praia Maria Luísa. Desta vez, não houve vítimas.

Nova derrocada na praia Maria Luísa. Desta vez, não houve vítimas.

Passados seis anos sobre a derrocada de uma falésia que causou a morte a cinco pessoas, as rochas da praia Maria Luísa, em Albufeira, voltaram a ruir, avança hoje o Correio da Manhã. Desta vez, contudo, não há registo de vítimas, uma vez que o aluimento da praia da arriba. situada na zona nascente daquela praia, caiu durante a madrugada de ontem, quando não havia ninguém no areal.

“Se a derrocada tivesse ocorrido durante o dia, haveria certamente vítimas, pois aquela zona da praia costuma ter banhistas”, alertou ao Correio da Manhã o comandante Santos Pereira, da Capitania do Porto de Portimão.

O alerta foi dado pelo concessionário da praia, que se apercebeu da derrocada de manhã cedo, quando chegou ao local. “A Polícia Marítima isolou de imediato a zona, tendo técnicos da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) procedido a uma avaliação da situação, ainda durante a manhã”, adiantou o mesmo responsável.

A derrocada fez cair parte de um passadiço e um pequeno miradouro instalado no cimo da falésia pela APA e muito frequentado por turistas que dali gostam de apreciar a paisagem.

Recorde-se que a APA tem procedido a derrocadas controladas de falésias um pouco por toda a região, a fim de evitar situações como a que, há seis anos, no dia 21 de agosto, causou a morte de cinco pessoas e ferimentos graves em mais três na praia Maria Luísa. 75 praias do Algarve têm arribas com sinalização que alertam para o risco de derrocada, revelou a APA.