Obra de 75 mil euros atira esgoto para o rio

Obra de 75 mil euros atira esgoto para o rio

Categoria Águas, Ambiente

A construção de uma estação elevatória para drenar o saneamento da freguesia de Donim (Guimarães) inaugurada há menos de duas semanas, já foi alvo de um auto da GNR por atentado ambiental. Em vez de corrigir o problema dos esgotos naquela freguesia, a obra de 75 mil euros da Águas do Norte ainda o agravou ao permitir que estejs sejam encaminhados para o rio Ave.

Na Rua da Fábrica, o cheiro a esgoto é o primeiro sinal de que alguma coisa não correu bem naquela empreitada, adianta o Jornal de Notícias. Junto ao rio, uma porta de maré assume-se como a causadora do problema. Um caudal de esgoto misturado com água da chuva leva para o rio os dejetos domésticos dos habitantes locais. Com eles vai papel higiénico, panos, tampões e um sem-fim de coisas que as pessoas atiram pela sanita abaixo.

Recorde-se que a estação elevatória era a esperança de dezenas de moradores que viviam há 10 anoscom os esgotos a entrarem-lhes pelas casas. No passado dia 8, a inauguração da obra prometia conduzir os esgotos para os sistema de tratamento. Só que a porcaria está a cair de forma incessante no rio.

“Em termos ambientais, o problema não está resolvido”, alerta Fernando Lourenço, presidente da Junta.

A Águas do Norte adianta que a separação das águas “é da exclusiva responsabilidade das entidades gestoras das redes municipais” pelo que já contactou as câmaras de Guimarães e Póvoa de Lanhoso no sentido de garantirem o cumprimento.