PAN quer permissão de entrada de animais em estabelecimentos comerciais

PAN quer permissão de entrada de animais em estabelecimentos comerciais

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza agendou ontem, em Conferência de Líderes, um debate,  que visa permitir a entrada de animais em estabelecimentos comerciais,  agendado para o dia 3 de outubro.

O atual diploma não permite a entrada de animais em espaços fechados, à exceção dos cães de assistência, que exerçam atividade de restauração ou bebidas, mesmo que o proprietário do estabelecimento o autorize. No entanto, o partido considera que “muitos animais de companhia acompanham os seus detentores em períodos de lazer e noutros momentos do seu dia-a-dia, sendo por isso natural que também pretendam fazer-se acompanhar do seu cão, por exemplo, quando vão lanchar a uma pastelaria”, explica André Silva, Deputado do PAN. E frisa: “Esta medida impede que os animais tenham que esperar presos à porta dos supermercados ou no interior do automóvel enquanto os detentores estão dentro destes estabelecimentos”.

“Queremos seguir o exemplo dado por uma grande parte dos países da União Europeia nesta matéria”, reforça, sublinhando que, assim, “assegura-se a liberdade de escolha dos proprietários dos estabelecimentos, mas também dos clientes que queiram fazer-se acompanhar pelos animais”.