Projeto de 73,9 milhões de euros prevê instalar em Luanda 850 mil contadores de água

Projeto de 73,9 milhões de euros prevê instalar em Luanda 850 mil contadores de água

Um projeto do Ministério da Energia e Águas de Angola, avaliado em 73,9 milhões de euros, prevê a instalação nos próximos quatro anos de 850 mil contadores pré-pagos em Luanda.

O projeto para o estabelecimento de uma fábrica de contadores pré-pagos da Empresa Pública de Águas (EPAL), analisado hoje pela Comissão Económica e pela Comissão para a Economia Real do Conselho de Ministros, deverá arrancar em janeiro de 2016. Em declarações à imprensa, no final da reunião, o ministro da Energia e Águas de Angola, João Baptista Borges, disse que a EPAL tem, a partir de hoje, autorização para negociar com a banca nacional o financiamento para o referido projeto.

Segundo o ministro, será negociado sobretudo o financiamento para o primeiro ano de execução do programa. “Após a negociação com a banca, vamos solicitar ao Ministério das Finanças a emissão de uma garantia soberana sobre esse financiamento, a fim de podermos garantir o financiamento em condições bonificadas, com juros mais baixos do que os juros que são normalmente negociados pelos bancos”, referiu o ministro. João Baptista Borges adiantou ainda que, com base na emissão dessa garantia do Estado angolano, será assinado o contrato com os fornecedores dos contadores, dando-se início ao processo.

“Portanto, provavelmente serão consumidos ainda aí uns três, quatro meses, na preparação, não será em janeiro certamente. Quer dizer, o objetivo no fundo principal é na realidade o de implementação de um programa de instalação de cerca de 850 mil contadores pré-pagos de água em Luanda, sendo que a fábrica será uma oportunidade de investimento que decorrerá da execução desse programa”, frisou.

Na reunião de hoje, foi igualmente analisada a proposta de autorização prévia para a negociação dos contratos de assistência técnica, supervisão e fiscalização da empreitada de construção do aproveitamento hidroelétrico de Caculo Cabaça, na província de Malanje.