Projeto EduCO2cean reúne parceiros internacionais em Aveiro

Projeto EduCO2cean reúne parceiros internacionais em Aveiro

O projeto europeu EduCO2cean, coordenado pela Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA), realizou uma reunião em Aveiro, entre os dias 2 e 4 de maio, com todos os seus parceiros internacionais — Espanha, Polónia e Escócia.

O evento teve como objetivo fazer uma avaliação global do projeto, assim como garantir a sua continuidade após o fim do financiamento previsto para agosto de 2018. Segundo Joaquim Ramos Pinto, coordenador do projeto e presidente da direção nacional da ASPEA, esta reunião serviu para “consolidar alguns trabalhos em fase de conclusão e deixar alguns desafios para o futuro”.

O EduCO2cean consiste um projeto sobre as causas e os impactes das alterações climáticas no mar e oceanos e respetivas medidas de mitigação e adaptação, do qual resultará o E-book “Alterações climáticas e redução da pegada de carbono nos oceanos” e um portal de educação colaborativa, que inclui uma área com recursos sobre oito temas relacionados com o oceano e as alterações climáticas, e uma revista digital com conteúdo científico, experiências pedagógicas e conteúdos audiovisuais (EduCO2cean TV).

Através deste projeto conseguiu-se o desenvolvimento de uma comunidade de “Cientistas Escolares”, sendo referência para outras comunidades de investigadores escolares noutros países da União Europeia, permitindo a comunicação de ciência e transferência de conhecimentos à sociedade através dos jovens a partir de atividades pedagógicas desenvolvidas em contexto curricular.

Para Joaquim Ramos Pinto, os desafios para o futuro, resultantes desta reunião, “corresponderam às expectativas criadas, enquanto coordenador deste projeto Europeu, no sentido em que todos os parceiros manifestaram interesse em continuarem a trabalhar no âmbito dos temas do projeto e, por outro lado, ficou explícito o interesse em promoverem programas de mobilidade de alunos e professores em próximos programas ERASMUS+ potenciando, assim, todo o conhecimento já produzido no âmbito do projeto EduCO2cean” refere.