PSD quer central nuclear de Almaraz na agenda do Governo

PSD quer central nuclear de Almaraz na agenda do Governo

O PSD quer que o Governo exija junto de Espanha o encerramento da central nuclear de Almaraz, incluindo o assunto na agenda da próxima Cimeira Luso-Espanhola, avança a Lusa. “É esta a última oportunidade que concedemos ao Governo para mostrar ao país que está do lado dos portugueses e não do lado dos interesses das empresas de energia espanholas”, afirmam os sociais-democratas em comunicado.

Portugal considerou, ontem, “adequada e segura” a construção de um armazém para resíduos na central nuclear de Almaraz, em Espanha. O parecer consta do relatório do grupo de trabalho técnico relativo ao projeto e divulgado em conferência de imprensa, na sede da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), em Lisboa.

Questionado pela agência Lusa sobre a posição portuguesa, o Ministério da Energia de Espanha considerou que “ainda é cedo” e que está a estudar o parecer.

O PSD aponta que o “potencial risco para as populações e para as áreas protegidas abarca os dois lados da fronteira” e acusa o Governo de ter “acordado tarde e a más horas para a séria ameaça e fonte de grande preocupação para todos os portugueses”. “O Governo nunca se mostrou verdadeiramente empenhado na defesa do encerramento da central nuclear de Almaraz, tendo deliberadamente e durante muito tempo, ignorado a recomendação da Assembleia da República nesse sentido”, argumentam.

Os sociais-democratas lembram ainda a queixa que Portugal chegou a apresentar na Comissão Europeia contra a construção do armazém, depois retirada em troca dum acordo com Espanha para fazer um estudo técnico sobre o projeto, afirmando que foi apenas “atirar areia para os olhos dos portugueses”.

A Assembleia da República já aprovou uma resolução proposta pelo PSD para que Almaraz seja incluída na agenda da cimeira.