Removidas mais de 500 armadilhas na Reserva Especial de Maputo

Removidas mais de 500 armadilhas na Reserva Especial de Maputo

Cerca de 500 armadilhas colocadas este ano por caçadores furtivos em vários locais da Reserva Especial de Maputo, em Moçambique, foram desmanteladas pelas autoridades fiscais, avançou hoje o semanário local Domingo.

De acordo com o jornal moçambicano, esta ação de fiscalização surgiu “no quadro dos esforços da administração daquela reserva de fauna e bravia para proteger as diferentes espécies animais ali existentes, tendo parte dessas espécies sido recentemente introduzidas no âmbito da cooperação com as autoridades ligadas à conservação da vizinha África do Sul”.

Na reserva, a caça furtiva visa populações de animais como chango, cabritos cinzento e vermelho, zebras, boi-cavalo.