Saneamento chega a 90% da população do concelho de Santo Tirso até 2018

Saneamento chega a 90% da população do concelho de Santo Tirso até 2018

Entre o final de 2017 e o início de 2018, Santo Tirso terá uma rede de saneamento capaz de servir mais de 90% da população, ficando “muito próximo das metas europeias”, assegurou, ontem, o presidente da Câmara. De acordo com o Jornal de Notícias, Joaquim Couto deixou a sua garantia durante a apresentação do plano de investimento, em que anuncia a construção de mais de 109 quilómetros de rede, numa empreitada orçada em 8,7 milhões de euros e comparticipada em 85% em fundos comunitários.

“Nos próximos dois anos queremos dar um grande impulso e um grande avanço à rede do concelho”, adiantou o autarca, salientando tratar-se de “um investimento muito importante para a qualidade de vida do município”. Por isso, Couto deixou um apelo aos presidentes das juntas: “Ajudem-nos a sensibilizar as famílias que têm a rede já feita para que liguem rapidamente os ramais. Não custa dinheiro, é gratuito”. O mesmo pediu o vice-presidente das Águas do Norte, Martins Soares, lembrando que a Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Água Longa, onde decorreu a cerimónia de ontem “ainda está a trabalhar a 30% da capacidade”.

Segundo Joaquim Couto,  a nova fase de expansão da rede deverá abranger quase todas as freguesias do concelho, sendo expectável que “ainda neste ano se possa arrancar com a obra”.