Segundo abutre-preto nasce no Alentejo

Segundo abutre-preto nasce no Alentejo

A Liga para a Proteção da Natureza (LPN) anunciou o nascimento do segundo abutre-preto registado no Alentejo desde o ano passado e após mais de 40 anos sem a ave se reproduzir no sul de Portugal.

Trata-se do nascimento “pelo segundo ano consecutivo” de um cria de abutre-preto no Alentejo e de “um resultado muito encorajador”, que dá “continuidade ao “desejado restabelecimento de um núcleo reprodutor” da ave no sul de Portugal”, frisa a LPN.

A cria é a segunda a nascer no Alentejo desde 2015, quando a espécie voltou a reproduzir-se e nasceu o primeiro abutre-preto na região, após mais de 40 anos sem reprodução confirmada da ave a sul do rio Tejo em Portugal, refere a LPN, num comunicado enviado à agência Lusa.

Segundo a LPN, a cria nasceu de um ovo incubado “com sucesso” por um dos quatro casais de abutre-preto que estão a nidificar, durante a época de reprodução deste ano, em ninhos artificiais instalados na Herdade da Contenda, no concelho de Moura, distrito de Beja, no âmbito do projecto LIFE para promoção do habitat do lince-ibérico e do abutre-preto no sudeste de Portugal.