Sintra anuncia investimento de mais de 2,2 milhões de euros em Cabrela

Sintra anuncia investimento de mais de 2,2 milhões de euros em Cabrela

Categoria Advisor, Empresas

O Município de Sintra está a investir 2 milhões e 260 mil euros em Silva, Faião, Cabrela e Casais de Cabrela na remodelação da rede de abastecimento de água e na construção da rede de drenagem de águas residuais domésticas, incluindo a ETAR (Estação de Tratamento de Águas Residuais) de Cabrela, que vai dar resposta a cerca de 900 habitantes. Uma intervenção dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Sintra (SMAS de Sintra) no sentido de melhorar a qualidade de vida da população que reside nestas localidades da União das Freguesias de São João das Lampas e Terrugem, pode ler-se num comunicado.

De acordo com os SMAS de Sintra, em curso está a empreitada de remodelação da rede de abastecimento de água e construção da rede de drenagem de águas residuais domésticas em Silva, Faião, Cabrela e Casais de Cabrela, no montante de 1 milhão e 600 mil euros, que será complementada, nas próximas semanas, com o arranque da construção da ETAR de Cabrela, um investimento de 660 mil euros, com um prazo de execução de 365 dias.

A empreitada em Silva, Faião, Cabrela e Casais de Cabrela está a decorrer a bom ritmo, abrangendo a construção de uma rede de coletores com cerca de 4,5 quilómetros, contemplando, ainda, a remodelação da rede de abastecimento de água. Com um prazo de execução de 900 dias, os trabalhos iniciaram-se no final de 2020, ligeiramente mais tarde do que estava previsto devido à necessidade de acompanhamento arqueológico e as devidas autorizações por parte da Direção Geral do Património Cultural, por se tratar de uma área de elevada sensibilidade arqueológica.

“Para além da melhoria do abastecimento de água, esta intervenção dos SMAS de Sintra vai permitir dotar de saneamento as localidades de Silva, Faião, Cabrela e Casais de Cabrela, que não dispõem de rede de drenagem de águas residuais, assumindo-se como uma obra com significativos benefícios para a população local e em termos ambientais”, destacou Carlos Vieira, diretor delegado dos SMAS de Sintra, após a realização de uma visita ao local dos trabalhos que decorrem em Faião. O responsável visitou, ainda, o local de implantação da ETAR, situado a sul das povoações de Silva, Faião e Cabrela e a norte de Casais de Cabrela, ocupando uma área de 2.545 metros quadrados.

Adotando uma solução de tratamento por biomassa em suspensão, por lamas ativadas em vala de oxidação, as águas residuais tratadas serão encaminhadas para um afluente da ribeira de Cabrela, através da construção de um coletor de ligação da ETAR à linha de água, lê-se na mesma nota.

Estas empreitadas integram um projeto mais vasto que incluiu a construção das redes de Godigana e Carne Assada, um investimento de 1 milhão e 728 mil euros, que beneficiou cerca de 450 habitantes. A rede de drenagem é constituída por duas bacias, incluindo a rede de coletores, uma estação elevatória de águas residuais em Casais de Cabrela e as ETAR de Godigana e Cabrela. A ETAR de Godigana está em atividade e representou um investimento de 400 mil euros.

“A intervenção em Silva, Faião, Cabrela e Casais de Cabrela insere-se no plano de investimentos dos SMAS de Sintra que ascende a mais de 22 milhões de euros na União das Freguesias de São João das Lampas e Terrugem, de longe o território a beneficiar de maior volume de investimento na melhoria dos sistemas de abastecimento de água e de drenagem de águas residuais”, acentuou Carlos Vieira, destacando, a título de exemplo, as empreitadas do subsistema de Barreira, São Miguel e Funchal (recentemente concluída) e do subsistema de Areias e Alvarinhos (em curso).