Sociedade Ponto Verde põe portugueses a reciclar de norte a sul

Sociedade Ponto Verde põe portugueses a reciclar de norte a sul

Sabe o que têm em comum as praias de Caminha e alguns dos mais importantes festivais e festas de Norte a Sul do País? A Sociedade Ponto Verde (SPV) conta-lhe: a reciclagem!

Muitos dos eventos de verão que decorreram este ano foram marcados por uma forte presença de ações de sensibilização para reciclagem.

Desde a colocação de equipamentos para recolha seletiva aos promotores com mochilas ecoponto, a reciclagem esteve sempre muito presente para que todos os participantes pudessem facilmente separar as suas embalagens usadas.

Uma parceria da SPV junto dos sistemas de gestão de resíduos da EGF, resultou numa forte proximidade e comunicação com quem marcou presença em festivais, festas e praias.

As mochilas ecoponto garantiram o sucesso da ação! Se por um lado estava acessível a todos a possibilidade de contribuírem para a reciclagem, por outro os promotores tiveram um papel dinâmico na sensibilização, esclarecendo dúvidas e incentivando a comportamentos ativos no que respeita a boas práticas ambientais.

Importa salientar a excelente adesão do público à reciclagem nos mais diversos eventos espalhados por Portugal, uma iniciativa que é um sucesso e que se reflete num balanço preliminar, em que já foram enviadas para reciclagem mais de 70 toneladas de embalagens de plástico, papel/cartão e vidro.

Para estas quantidades contribuíram também as 650 mochilas cheias de embalagens usadas, que os promotores da SPV recolheram ao circular pelos recintos dos eventos.

Segundo a Sociedade Ponto Verde, para além da diversão, os diversos eventos fora do lar são locais muito divertidos para incentivarem os portugueses a adotarem comportamentos sustentáveis e a reforçarem os bons hábitos de separação em qualquer local e não só em casa.

Até ao momento, a ação já passou, a título de exemplo, pelo Rock in Rio e NOS Alive (Lisboa), pelas praias de Caminha e da Costa da Caparica (Almada), Festival de Vilar de Mouros, festival “Sol da Caparica” (Almada), Feira Medieval de Silves, Fatacil (Lagoa), Festival do Crato, Festa da História (Esposende), Festas Gualterianas (Guimarães), Feira de Santiago (Seixal), Receção ao Caloiro (Faro), Festival Marés Vivas (Vila Nova de Gaia), Festival Meda + (Meda) e Festival Frimor (Rio Maior).

Nas próximas semanas a iniciativa continuará a ser uma presença assídua em diversos eventos para mudar atitudes e comportamentos, indo ao encontro das sensibilidades do consumidor atual que está cada vez mais atento ao excesso de resíduos produzidos e ao desperdício.