SunEnergy aumenta volume de negócios em 75% no primeiro semestre de 2021

SunEnergy aumenta volume de negócios em 75% no primeiro semestre de 2021

Categoria Advisor, Empresas

A SunEnergy gerou receitas de 3,5 milhões de euros no primeiro semestre de 2021, um crescimento de 75% em relação ao período homólogo, anuncia.

Durante o primeiro semestre deste ano, a empresa sediada em Coimbra instalou 13.700 painéis solares fotovoltaicos para a produção de energia elétrica a partir do sol, correspondendo a 4,6 MW de potência instalada. Os projetos da SunEnergy contribuíram para evitar a emissão de 3.400 toneladas de CO2 ao ano, bem como, para uma poupança acumulada de 850 mil euros anuais aos seus clientes. A produção anual de energia estimada dos 13.700 painéis é de 6,7MWh, o equivalente à energia necessária para alimentar mais de 1.800 casas ao longo de um ano, lê-se num comunicado.

Em 2021, a SunEnergy vai entrar também no setor da mobilidade elétrica, tendo já em carteira alguns projetos para a instalação e exploração de postos de carregamento ultrarrápidos de viaturas elétricas de norte a sul do país. Tal, irá permitir o carregamento destas viaturas a velocidades superiores aos postos convencionais, melhorando, assim, as condições de viagem, refere o mesmo comunicado.

“Com mais de 60 pessoas a trabalhar diariamente na nossa equipa e 10 delegações espalhadas pelo país, estamos cada vez mais próximos dos nossos clientes e também cada vez mais preparados para os servir melhor. Estes resultados mostram que estamos no caminho certo, num trabalho de equipa que tem contribuído, não só para o crescimento da SunEnergy, mas também para ajudar os nossos clientes a serem mais sustentáveis e menos dependentes do ponto de vista energético”, afirma Raul Santos, CEO da SunEnergy.

É objetivo da empresa “continuar a consolidar a posição como uma das principais referências do setor da energia solar em Portugal nos diversos segmentos de mercado, empresarial, particulares, e também no setor público, no qual temos também previstos alguns projetos”, acrescenta.